Os BTTRETAS

Os BTTRETAS
Grande Foto

segunda-feira, 25 de abril de 2011

VIA ALGARVIANA 2011

Que grande aventura passámos em 5 dias.
Começou no Domingo dia 17 pelas 15h a ir buscar os meus amigos Bispo,Mário e David para rumarmos á Pousada da Juventude de Alcoutim onde iriamos pernoitar para darmos inicio á aventura no dia seguinte.
Dia 1- Concentração no centro de Alcoutim para reunir os 23 participantes e a organização dar a palestra sobre o percurso.
Deu-se a partida,pelas 9h30, esta etapa tinha 60kms e ia até Vaqueiros, percurso esse que tinhamos a companhia do Filipe,Paulo e da Sandra, com paisagens espéctaculares e trilhos maravilhosos onde chegámos ao destino pelas 16h00 para o belo do banho de água gelada!!!!!.
Seguiu-se o jantar na casa de Pasto Teixeira e pernoitámos na casa do Povo de Vaqueiros.
Dia 2-Deu-se a partida pelas 9h00, esta etapa tinha 60kms mas era das mais duras,também com passagem por sitios espectaculares e com algumas chuvadas pelo caminho, e fomo em direção a Salir onde chegámos pelas 16h30,com destino á escola 123 de Salir para mais um banho de água gelada e com jantar no Restaurante Cavaco com um belo repasto e pernoitámos no pavilhão da escola.
Dia 3-Deu-se a partida pelas 9h00 debaixo de uma chuvada brutal com direção a Silves, com trilhos com muita pedra e lama com passagem espéctacular pela barragem do rio Arade,esta etapa tinha também umas subidas brutais e descidas também onde chegámos pelas 15hoo ao fim dos 60kms a Silves,onde nos deslocámos aos bombeiros locais,com exelentes instalações e banho de água quente!!!!!.
Segue-se o Jantar na Marisqueira Rui,onde eu não aconselho a lá ir,foi um barrete, e pernoitámos no pavilhão dos bombeiros em cima de uns colchões á maniera.
Dia 4- Deu-se a partida pelas 9h00,esta etapa tinha apenas 47kms mas um acumulado brutal e ficou como sendo a mais dificil do tragecto,com muitas subidas,as inicias com mais de 20% de inclinação,mas o ponto alto foi a subida á Picota,também com umas valentes chuvadas pelo caminho,com o caminho no cimo da Picota muito técnico,depois descemos a Monchique para almoçar e foi aí que o tempo piorou com tempestades de granizo,trovoada e muita chuva e a temperatura a descser brutamente,foi quando tomámos a decisão de não subir á Foia pelo camionho,mas sim contornando a serra onde iriamos apanhar o trilho a meio da descida em direção a Marmelete onde chegámos pelas 17h00,com banho na escola local de agua quente e jantar no Restaurante ao lado da Casa do Povo onde iriamos pernoitar.
Dia 5-Partida pelas 9h00 com mais uns companheiros a juntar-se ao grupo com destino ao Cabo São Vicente num percurso de 80kms mais muito rolante,com trilhos á maneira e passagem nas eólicas a seguir a Bensafrim,também com umas chuvadas á mistura onde chegámos ao destino pelos 16h00,num ambiente de grande festa e um mini banquete para receber todos os participantes da travessia.
A realçar o espirito de companheirismo e entre ajuda ao longo de todo o caminho.
Um agradecimento especial para oa meus amigos Bispo,Mário e David,que me acompanháram ao longo da travessia,agradecimento ao Paulo Oliveira e Sandra com os seus olhos azuis e a sua simpatia nos brilharam ao longo dos 5 dias,ao Daniel e o pai que nos deram apoio moral durante o caminho e felicitações a todos os restantes bttistas que concluiram o pecurso.
Agradecimento também á organização Almargem pelo evento realizado,e toda a sua cordenação com as dormidas e restaurantes,ficando só a melhorar no aspecto aos banhos frios,ter um guia a fechar e melhor cordenação com autocarros e carrinhas no final.
Na viagem de regresso passámos ainda no Pulo do Lobo junto a Mértola.
ADORÁMOS E VAMOS REPETIR !!!!!1
Próxima aventura- 10ª Edição da Maratona de Portalegre.

3 comentários:

Sandogom disse...

Eu é que tenho de dizer muito obrigada porque me senti completamente adoptada!!!!

Curti imenso o companheirismo sempre presente, as piadas, as centenas de fotos, a motivação, as músicas... e a amizade e lealdade ;)

Muito obrigada...gostei imenso (mesmo)!!!

Paulo disse...

Amigos, queria agradecer ao Bispo ao David e ao Mário, que apesar de terem um andamento maior que o meu, pacientemente lá estavam à minha espera no alto de cada subida com uma palavra de incentivo para subir a próxima!

Obrigado Sandrinha, pelo colorido e alegria de deste ao nosso grupo, pela coragem, exemplo e força que revelaste!

Obrigado também ao meu companheiro das subidas, Pedro "Armstrong", pelas grandes barrigadas de riso e pela companhia que, juntamente com o seu "Cavalinho Rampante" me fizeram nas subidas mais complicadas, mas fizemo-las todas! e à mão também conta!!!

Tomaláááááá!!!!

A todos muito obrigado, sem vocês não teria conseguido.

Um abraço

Rota da Bola de Berlim disse...

Os Tretas levam sempre o pessoal para maus caminhos (com muitas subidas de preferência...) mas nunca deixam ninguém para trás. Falo por experiência própria...
Esta Via Algarviana causou-me alguma inveja mas espero, um dia, faze-la também. Não sei é quando...

BT TRETAS E AMIGOS